20 de abril de 2019 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
 Campanha Novos Rumos AL
DETRAN

Detran inicia em fevereiro remoção de veículos apreendidos que estão nos pátios

Atualmente, há 48.541 veículos apreendidos em pátios do Detran em Mato Grosso do Sul, sendo 19.327 apenas na Capital

29 janeiro 2019 - 09h00
De acordo com informações do diretor-presidente interino, coronel Francisco Libório, os técnicos da Diretoria de Veículos vão se reunir para estabelecer os critérios necessários para a realização do serviço e a previsão é de que, no mês de fevereiro, as t
De acordo com informações do diretor-presidente interino, coronel Francisco Libório, os técnicos da Diretoria de Veículos vão se reunir para estabelecer os critérios necessários para a realização do serviço e a previsão é de que, no mês de fevereiro, as t - Foto: Assessoria

Com o credenciamento das duas empresas privadas que irão realizar o serviço de depósito e guarda de veículos automotores ao Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran-MS) por conta da superlotação dos pátios, o órgão está agora elaborando a normativa para a remoção dos veículos.

De acordo com informações do diretor-presidente interino, coronel Francisco Libório, os técnicos da Diretoria de Veículos vão se reunir para estabelecer os critérios necessários para a realização do serviço e a previsão é de que, no mês de fevereiro, as transferências possam ter início na Capital.

Atualmente, há 48.541 veículos apreendidos em pátios do Detran em Mato Grosso do Sul, sendo 19.327 apenas na Capital.

A portaria “N” número 33, que estabelece normas para o credenciamento, foi publicada na edição do dia 13 de agosto de 2018 do Diário Oficial do Estado. Na semana passada a publicação oficial trouxe o nome das empresas Autotran Transporte e Serviços Rodoviários Eireli e a AL Industrial Ltda.

Conforme a portaria, podem ser credenciadas empresas para atuar no âmbito das agências regionais de Campo Grande, Dourados, Corumbá, Coxim, Ponta Porã, Três Lagoas, Paranaíba, Nova Andradina, Jardim, Naviraí e Aquidauana.

As empresas credenciadas precisam atender aos moldes e parâmetros instituídos pelo CTB (Código de Trânsito Brasileiro), as normas estabelecidas pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito) e Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) de forma a atender exclusivamente ao Detran-MS. O período de credenciamento terá a duração de 24 meses, podendo ser renovado por igual período conforme as exigências da lei.