04 de julho de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
assembleia respeito
AGRICULTURA FAMILIAR

Agricultura Familiar é prioridade no Plano Safra 2020/2021

Do total de recursos, serão R$ 19,4 bilhões para custeio e R$ 13,6 bilhões destinados para investimentos, com taxa de juros variando entre 2,75% e 4% ao ano

19 junho 2020 - 13h23
Baseado no conceito de que tudo é agro, o Plano Safra 2020/2021 destinará para Agricultura Familiar R$ 33 bilhões em recursos para financiamento
Baseado no conceito de que tudo é agro, o Plano Safra 2020/2021 destinará para Agricultura Familiar R$ 33 bilhões em recursos para financiamento - (Foto: SECOM GOV MS)

Baseado no conceito de que tudo é agro, o Plano Safra 2020/2021 destinará para Agricultura Familiar R$ 33 bilhões em recursos para financiamento via Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar), montante 5,7% maior que na safra passada.

O secretário Jaime Verruck, titular da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), explica que neste ano o Plano voltado para a Agricultura Familiar está baseado em três pilares, assistência técnica, crédito e comercialização.

Do total de recursos, serão R$ 19,4 bilhões para custeio e R$ 13,6 bilhões destinados para investimentos, com taxa de juros variando entre 2,75% e 4% ao ano.

Os agricultores familiares poderão continuar usando o crédito para financiar e reformar casas rurais.

Outra novidade é o Pronaf-Bio, voltado para apoiar as cadeias produtivas da bioeconomia.

Durante o lançamento do Plano Safra 2020/2021 para Agricultura Familiar também foi lançado o primeiro edital do Programa de Residência Profissional Agrícola, que irá selecionar projetos para a qualificação técnica de estudantes e recém-egressos de cursos de ciências agrárias e afins, de nível médio e superior, por meio de treinamento prático, supervisionado e orientado.