Segunda, 24 de Novembro de 2014 - Editado desde: 01 de agosto de 1980
Redação: (67) 3317-7890
 
Na sua opinião, o horário de verão deve acabar?
Sim
Não
VOTAR RESULTADOS
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

    
 

Tribunais julgaram 45% das ações contra corrupção em 2011

Sábado, 17 de Agosto de 2013 - 12:23
Fonte: Da redação
Foto: Arquivo
O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) passou a divulgar diariamente, em seu próprio site, dados sobre o julgamento de ações de improbidade administrativa e crimes contra a administração pública em tempo real. Antes as informações eram atualizadas semanalmente. Os dados apontam que os tribunais cumpriram 45,3% da chamada Meta 18 do Poder Judiciário.
 
A norma determina que os 90 tribunais brasileiros julguem, até o final de 2013, todas as ações de improbidade administrativa e crimes contra a administração pública que deram entrada até 31 de dezembro de 2011. De acordo com o levantamento, conhecido como "processometro", das 118.240 ações que devem ser julgadas, 53.643 já foram analisadas.
 
Os dados ainda apontam que seis tribunais cumpriram mais de 80% da meta de julgamentos: o Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), do Amapá (TJAP), de Sergipe (TJSE) e de Rondônia (TJRO), além dos três tribunais de Justiça Militares: São Paulo, Rio Grande do Sul e Minas Gerais. Os tribunais que menos julgaram, até agora, foram da Bahia (5,2%) e do Piauí (6%).  
 
Para tentar garantir o cumprimento das ações, em maio, o presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, encaminhou ofício aos presidentes dos tribunais cobrando o julgamento dos processos até o final de 2013.
    
 
 
Comentários
 
+ notícias do impresso
 
GRACITA BARBOSA
Administradora e empresária
"Da empresa ao poder público, passando por todas as outras profissões, todos precisam de um Administrador"
Ver mais Entrevistas ›
 
Volkswagen planeja investir US$ 106 bi nos próximos 5 anos
Maior parte dos recursos será canalizada para o desenvolvimento de veículos e métodos de produção mais eficientes.
Ver mais notícias Automotivas ›
 
 
 

Ruben Figueiró
O homem que peneirava palavras

Luiz Flávio Gomes
Mortes no trânsito: mídia, governo e legislador nos iludem com mentiras (?)

Newley Amarilla
Que reforma política e para quê?
Ver mais artigos ›
 

Escreva seu e-mail abaixo:

 
  Primeira Página - Notícias do Impresso - Últimas Notícias - Galeria de Fotos
Grupo Feitosa - Histórico - Publicidade - Expediente - Fale Conosco
.